7 livros famosos que eu não acredito que ainda não li



Fonte da Imagem.
É fato que, como bookaholics assumidos, a nossa lista de livros para ler é imensa, e que também damos atenção especial a alguns títulos famosos, sejam eles clássicos ou simplesmente que estão fazendo aquele burburinho no meio literário. Porém nem sempre conseguimos acompanhar e efetuar a leitura de todos estes livros famosinhos e esta listinha - que originalmente vi no blog Mademoiselle Love Books, traz 7 títulos de livros famosos que eu não sei porque motivo, razão ou circunstância eu ainda não consegui ler, mas eu PRECISO definitivamente ler. Bora conferir?

Os 13 porquês by Jay Asher
 
Fonte da Imamge: Amanhecer Literário.

“Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker, uma colega de classe e antiga paquera, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.”

Trata-se de um livro muito aclamado no meio literário e que recentemente ganhou adaptação pela Netflix. O livro aborda o tema suicídio, bullying e distúrbios mentais, uma leitura essencial para todas as idades nos dias atuais, pois trabalha tabus e temas que a cada dia tem se tornado mais comuns em nosso dia a dia, então sim, não acredito que ainda não li esta obra.

Jane Eyre by Charlotte Brontte
 
Fonte da Imagem: Blog Livro em Cena.
“Jane Eyre, órfã de pai e mãe, vive com parentes que a desprezam até ser enviada para a instituição de caridade Lowood. Apesar das inúmeras privações que enfrenta na escola, a menina leva uma vida quase feliz e se torna forte e independente. Aos 18 anos, decide partir para Thornfield e trabalhar como preceptora de Adèle, pupila do irônico e arrogante Edward Rochester. Jane Eyre narra, além de uma comovente história de amor, a saga de uma jovem em busca de uma vida mais rica do que a sociedade inglesa do século XIX tradicionalmente permitia às mulheres. Publicado originalmente em 1847, o primeiro romance de Charlotte Brontë inspirou adaptações para o cinema e a televisão.”

Um clássico da literatura e dentro de um dos meus gêneros favoritos: romance histórico, era de se esperar que eu já tivesse realizado a leitura desta obra tão aclamada e comentada, que traz uma das personagens femininas mais fortes e marcantes da literatura em uma época onde a mulher não tinha voz. Definitivamente preciso criar coragem e realizar a leitura da obra o quanto antes, para me render aos encantos deste grande clássico.

Orgulho e Preconceito by Jane Austen
 
Fonte da Imamge: Blog Libretto
“Na Inglaterra do final do século XVIII, as possibilidades de ascensão social eram limitadas para uma mulher sem dote. Elizabeth Bennet, de vinte anos, uma das cinco filhas de um espirituoso, mas imprudente senhor, no entanto, é um novo tipo de heroína, que não precisará de estereótipos femininos para conquistar o nobre Fitzwilliam Darcy e defender suas posições com perfeita lucidez de uma filósofa liberal da província. Lizzy é uma espécie de Cinderela esclarecida, iluminista, protofeminista. Neste livro, Jane Austen faz também uma crítica à futilidade das mulheres na voz dessa admirável heroína — recompensada, ao final, com uma felicidade que não lhe parecia possível na classe em que nasceu.”

Outro clássico da literatura que traz romance, uma protagonista forte e atemporal, críticas a sociedade e também se encaixa dentro do gênero romance histórico. Definitivamente, não acredito que ainda estou dentro do grupo que nunca leu Jane Austen, #shameonme!

The Kiss of Deception by Mary E. Pearson
 
Fonte da Imagem: Blog Mary E. Pearson
“Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro? Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante o lugar perfeito para recomeçar ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza. O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor. O romance de Mary E. Pearson evoca culturas do nosso mundo e as transpõe para a história de forma magnífica. Através de uma escrita apaixonante e uma convincente narrativa, o primeiro volume das Crônicas de Amor e Ódio é capaz de mudar a nossa concepção entre o bem e o mal e nos fazer repensar todos os estereótipos aos quais estamos condicionados. É um livro sobre a importância da autodescoberta, do amor, e como ele pode nos enganar. Às vezes, nossas mais belas lembranças são histórias distorcidas pelo tempo.”
Um dos mais recentes lançamentos da editora DarkSide no Brasil e que fez um sucesso tremendo, trata-se de um romance medieval cheio de batalhas, romance, reviravoltas e fantasia, tudo o que eu amo em um bom livro de fantasia, mas que ainda não tive a oportunidade de ler, tenho que mudar isso me breve, pois a editora já está lançando o último volume da trilogia.

A Lista de Brett by Lori Nelson Spielman
 
Fonte da Imagem: Blog Livros & Fuxicos
“Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente. Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis. Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados.”

Um romance cheio de significados e que encanta todos que o leem, uma obra clichê que traz um diferencial e belas mensagens e lições, uma obra que eu preciso muito ler, e entender qual o seu encantamento e deixar-me encantar também.

O Pequeno Príncipe by Antoine de Saint-Exupéry
 
Fonte da Imagem: Blog Maesquiagem.
“Livro de criança? Com certeza. Livro de adulto também, pois todo homem traz dentro de si o menino que foi. Como explicar a adoção deste livro por povos tão variados, em tantos países de todos os continentes? Como explicar que ele seja lido sempre por tanto milhões e milhões de pessoas? Como explicar a atualidade deste livro traduzido em oitenta línguas diferentes?
Como compreender que uma história aparentemente tão ingênua seja comovente para tantas pessoas? O Pequeno Príncipe devolve a cada um o mistério da infância. De repente retornam os sonhos. Reaparece a lembrança de questionamentos, desvelam-se incoerências acomodadas, quase já imperceptíveis na pressa do dia a dia. Voltam ao coração escondidas recordações. O reencontro, o homem-menino.”

Mais um clássico, que traz um diferencial por ser uma obra infantil, mas atemporal e que independentemente da idade em que se leia nos faz refletir e traz belíssimas lições. E tudo isso eu falo sem ter de fato lido a obra, um livro curtinho, betseller e que eu preciso criar vergonha na cara e ler, pra ontem!
**Quero esta edição em pop up pra ter na estante, é linda de viver!

A Caminho da Sepultura by Jeanine Frost
 
Fonte da Imagem: Blog No Meu Mundo.
“A meia vampira Catherine Crawfield persegue os mortos-vivos atrás de vingança, esperando que um destes seres seja seu pai. Capturada por Bones, um vampiro caçador de recompensas, é forçada a uma parceria profana. Em troca de encontrar o pai, Cat concorda em treinar com o sexy caçador noturno até que seus reflexos de combate estejam tão afiados quanto os dentes dele. Aos poucos, percebe que ser uma semimorta não é totalmente ruim, mas antes que possa aproveitar seu status de incrível caçadora de demônios, Cat e Bones são perseguidos por um grupo de assassinos. Ela terá que escolher um lado... e Bones está se tornando tão tentador quanto alguém com um coração batendo.”

Uma obra de fantasia sobrenatural, um gênero que faz tempo que não leio, mas que quando penso sobre ele este livro me vem a mente, pois fez e faz muito sucesso entre os leitores. É uma obra que eu, como amante de fantasias, preciso ler um dia e está constantemente em minha lista, quando conseguir efetuar a leitura da obra eu conto o que achei. ;)

Está é minha lista de 7 obra que eu ainda não acredito que ainda não li, são obras distintas, clássicos, fantasias e romances que eu tenho muita vontade de ler, que são de gêneros distintos, mas que eu amo, que estão em minha lista de desejados e de futuras leituras, mas que até aqui procrastinei. Algumas destas obras pretendo ler este ano ainda e assim que eu efetuar a leitura conto tudo o que achei para vocês.

E vocês quais são as obras que querem muito ler, mas que não acreditam que ainda não efetuaram a leitura?

Beijos,
Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

0 comentários:

Postar um comentário



@Instagram - mayeosvicios

Posts recentes